Valére Novarina – Vocês que habitam o tempo – Tradução Angela Leite Lopesimg04

“Se aqueles que passam na nossa frente voltassem para trás, nós passaríamos imediatamente na frente deles para ver se nada caiu.

As Crianças Parietais: Interroguemos nossos corpos e preguntemos a eles enquanto eles pensam se eles são realmente aqueles que nos carregam pra viver.

As Crianças Parietais – Interroguemos nossos corpos e perguntemos a eles se dizem que são. Se não responderem a nossas perguntas com nenhuma palavra, olhemos dentro para ver se cá estamos.

As Crianças Parietais – Nós examinamos o presente humano. Nós somos nós os homens, nós olhamos nos corpos uns dos outros para ver se ali estamos. estamos aqui como doutores que examinam por palavra o momento onde nós estamos. Nós nos vemos uns aos outros pelos buracos das pedrinhas

[…]

As Crianças Parientais – Examino o presente humano para ver se ele é mesmo. Cada dia, durante uma hora, tomando meu tempo entre os dentes, eu examino todos os segmentos dele. Por que a palavra fala em nós?

[…]”

Anúncios